Brasear panceta em companhia

Uma fim de semana escravizado na cozinha, mas mui bem compensada com excelente companhia e uma desses pratos que sabem como os imaginas.


Brasear panceta em companhia.

Ingredientes
1 kg de panceta, sem pel e cortada numa peça rectangular.
4 cenouras
meia cebola, com dous cravos de cheiro.
1 alho porro
8 dentes de alho
Caldo de polo
125 ml de salsa de soia
Zimbro
Anis
Pimenta abondo
Sal
Aceita

1) Recortamos a carne para que fique um bonito anaco rectangular. Reservamos os recortes.

2) Enrolamos, bridamos e esfregamos com sal.

3) Aquecemos o forno a 180ºC.

4) Pomos ao lume um pota que poda ir ao forno. Engadimos aceite e douramos a panceta.

5) Retiramos a carne e botamos os recortes. Frigimos até que estejam bem crocantes. Neste ponto é conveniente ter uma botelha de vinho e um pouco de pão a mão para comer algum anaquinho de carne e botar um grolo.

6) Esmagamos o zimbro, a pimenta e o anis (melhor se é badiana) e metemos num troço de tela. Reservamos.

7) Retiramos os anacos de carne e douramos a cebola, os alhos, o alho porro e as cenouras durante um minuto a lume forte.

8) Botamos de novo os recortes de carne, engadimos caldo de polo e a salsa de soia. Deixamos que ferva, tapamos e metemos no forno durante 2 horas.

9) Sacamos do forno e deixamos esfriar no caldo.

10) Cortamos em anacos e douramos em manteiga ou aceite bem quente.

11) Aquecemos a salsa, passamos por um chino e deixamos reducir.

12) Servimos a panceta numa prata com a salsa por riba.

Para acompanhar fiz um purê de patacas, pêro às partes graxas do porco cai-lhes bem a maça ou outra fruta azeda e carnosa, também ao forno, salteada e com um ponto de vinagre ou zume de limão.

14 Responses to “Brasear panceta em companhia”

  1. emereci Says:

    jajajajaja… oiches, protesto, con este vídeo dá a impresión de que falamos muito e tod@s sabemos que non é certo. je je je.
    non, en serio. a panceta estaba realmente riquísima.

  2. Rodrigao Says:

    Certo, falais nadinha; foi como comer passar três dias num museu de escultura… por isso chamo-vos “cousas” :P

  3. opaco Says:

    pois si que mola a publi que lle fas á carnicería Antelo :D

  4. José Luis Louzán Says:

    Bo prato para unha bomba de froita na liña dos Terra Alta da Casa Piñol.
    Mesmo o “basico” desta Adega (o Portal de 2005, por exemplo) iria fantastico. Cinco uvas, Shiraz, Garnacha, Cabernet Sauvignon, Merlot e Tempranillo, procedentes de agricultura ecoloxica. Forza para contrarestar esa explosión de enerxia do prato…

  5. Rodrigao Says:

    Opaco, por comida vendo a minha alma ao diabo :P

    José Luis, estava pensando em ti com a parte final do vídeo: “Quando veja a botelha de El Coto na mesa vai-me chamar de todo”. Tomo nota das tuas recomendações.

  6. CARNICERIA ANTELO Says:

    TE OLVIDASTES TE TRAER A PROVA

  7. Ana López Says:

    Ves Soniña como ibas a sair no video… jeje. Rodrigo, pola cara que teñen, a panceta debía de estar realmente boa… e mola a publicidade “subliminal” da carnicería, jeje.

  8. José Luis Louzán Says:

    Estiben a piques de charmara Garda Civil, certo, pero perdonoche porque a “ignorancia” e moi atrevida jajaja

    Para a proxima

    PD: Ese corte de Panceta non o coñecia, tiña que conseguilo… me apetece facela así na casa, haber como me sae…

  9. Rodrigao Says:

    Não o esqueci, e que havia pouca!! ainda tenho guardado um anaco de panceta no congelador. Para a proxima vai-vos a prova.

    Ana, e logo duvidava que fora sair? e mira que meti as tesouras nos videos. Agora tenho material de muito valor, fechado na caixa forte :P

    José Luis, não podemos estar a todo e foi o que havia. O bom do vinho e da comida é que uma boa companhia fai todo muito mais sabedeiro. Pêro não te creias, que também bebemos uma botelha de cava e outra de champanha de impressão (dous clássicos nada atrevidos, pêro que sempre se desfrutam) com uns pateiros à donostiarra.

    Chegam-me rumores de que o teu blog sob vinhos funciona de maravilha.

  10. pia Says:

    Envexa me das. A tensión e os kilos impidenme façer esas porcadas. Eu fixena xa fai tempo, ijoal que a saia rechea, pusenlle foie e unhas laminiñas de trufa

  11. Rodrigao Says:

    Pia, já me diras onde mercar trufas e foie decente na comarca. Lia outro dia num livro que um dos personagens “colhia com tédio uma trufa”. Muitas tens que comer para chegar a cansar delas… claro que esta mesma gente agasalhava com Chataux Margaux aos convalescentes… se um fora rei…

  12. pia Says:

    Rodrigo, já na cocinha do barroco, cando a xente estaba enferma en ves de façer dieta enchiannos dos mellores manxarares. Quero ter gripe e estar convalescente para que Suso me agasalle co mesmo.
    Referente o tema de trufas e foie, daquela, cando eramos ricos pediamosllas a un colega de Catalunya.
    E si ti foras rei….. sejuro que padeserias de jota.
    Viva a Republica!

  13. aniña Says:

    Jajajaja, aínda non me vira, pero xa me dixeran que saía no video.

    Estamos estupendas/o!!!

    A verdade e que si, foi como para morrer dun empacho de riquísimo que estaba e ademais a fin de semana foi fantástica, divertida e co vento revirado. Pero bueno, estou contenta de terlle amenizado a Rodrigo a cociña coas nosas “comedidas conversas”, jeje.

    Gracias Rodrigo, repetiremos (agora xa sabemos o camiño)

    Bks

    PD: un bico gordo para Pía.

  14. Rodrigao Says:

    Pia, desses contactos quero eu, até poder comer trufas com certo desgosto, como quem come cozido durante uma semana.

    Aniña, por suposto que estais estupendas, quem ia duvidar disso? para a próxima já vou prevenido, que conste :D

    Bicos